Scroll Top

beleza

Conheça 7 melhores nutrientes para afastar flacidez rugas e marcas de expressões

As pessoas têm flacidez facial devido ao aparecimento de alterações na pele, principalmente na derme, no subcutâneo e na área muscular facial. Por isso, os cuidados com a pele devem começar cedo, a partir dos 20, 25 anos. A partir dos 30 anos a pele começa a perder colágeno, proteína de importância fundamental no combate à flacidez facial – explica a dermatologista.

Fatores genéticos e tipo de pele influenciam muito. Quanto mais fina e clara for a pele, maior a chance de flacidez precoce. A exposição excessiva ao sol e sem proteção, também é nociva, já que prejudica as fibras elásticas e a produção de colágeno na face. Estresse, tabagismo, má alimentação, insônia, excesso de atividade física e efeito sanfona também são grandes responsáveis pelo aparecimento do problema.

leia também: 5 Erros de maquiagem que te deixa envelhecida

flacidez4-
Um estudo realizado em consultórios dermatológicos recentemente revelou que 70% das mulheres acima de 35 anos já apresentam sinais de flacidez facial, destaca a dermatologista Solange Gomes, de São Paulo. A especialista constatou um aumento de 60% nos procedimentos indicados para o problema.

 

Cuidados também com a alimentação

Consumir grandes quantidades de açúcar, por exemplo, pode levar à má oxigenação celular e, consequentemente, ao envelhecimento precoce.

Além do fator genético, a flacidez da pele é principalmente causada pela perda de colágeno e de água, que ocorre com o passar dos anos. As estruturas de colágeno e elastina da pele também envelhecem e, em consequência, não desempenham tão bem sua tarefa de sustentação. Já a flacidez dos músculos pode ser causada por sedentarismo, alimentação inadequada, oscilações bruscas de peso e também pela gravidez.

Por que ela ocorre?

A flacidez da pele poderá ser ocasionada por fatores genéticos, hormonais, maus hábitos alimentares, sedentarismo ou falta de atividade física, um processo de perda de peso exagerado, gravidez, ou pela idade devido à perda de massa óssea e muscular, Sol em excesso, etc.

Quais são os bons alimentos e onde é possível encontrá-los?

Os nutrientes a seguir estimulam a produção de colágeno e combatem radicais livres da pele.

Licopeno

Antioxidante, presente em alimentos de cor vermelha, como melancia, goiaba e, principalmente, tomate. Ele potencializa a ação das enzimas que combatem radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento celular. Além disso, estudos mostram que ele pode ser um eficaz protetor contra os raios solares.

Ômega 3

Muita gente não sabe, mas a gordura insaturada é fundamental para se ter uma pele bonita. A deficiência desse nutriente deixa a pele ressecada, pois sem gordura ela não é lubrificada adequadamente. Ingira alimentos como:  peixes — como salmão e atum — e alimentos como castanha do Pará e amêndoas. Todas essas opções são ricas em Ômega-3, uma gordura poli-insaturada.

Betacaroteno

Você conhece os alimentos que evitam rugas e flacidez da pele?

Assim como o licopeno, o betacaroteno faz parte da família dos carotenoides, e é o principal precursor da vitamina A.  Ele pode ser encontrado em alimentos amarelados ou alaranjados, como cenoura, abóbora e batata-doce. Sua principal atuação é como antioxidante, combatendo alterações celulares que poderiam levar ao envelhecimento da pele. A vitamina A, por sua vez, auxilia na restauração de lesões da pele e equilibra a produção de secreções das glândulas sebáceas, o que dificulta o entupimento ou a inflamação dos poros, que poderia causar espinhas.

leia também:

Proteínas para melhorar flacidez facial

A ingestão de proteínas é fundamental para a produção de colágeno. Deixar de comer proteínas de alta qualidade resulta na quebra das células e na incapacidade do corpo em restaurá-las.  Para serem aproveitadas pelo organismo, entretanto, elas precisam ser quebradas em pequenas unidades chamadas aminoácidos. Os alimentos que possuem maior variedade de aminoácidos (os quais nosso corpo não consegue produzir sozinho) são as carnes, o leite e ovos. Vale a pena incluir porções desses itens no cardápio. Para vegetarianos, o que mais se aproxima desses alimentos é a soja. Também é possível aumentar a oferta desses nutrientes consumindo o tradicional arroz com feijão que, juntos, constituem uma refeição altamente nutritiva.

Flavonoides

Flavonoides são substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias que podem ser encontradas em frutas secas, no chá verde, na uva e até no chocolate amargo. Esses nutrientes agem sobre as enzimas que combatem os radicais livres, impedindo a deterioração celular. Eles ainda são fundamentais para a absorção de vitamina C, que estimula a produção de colágeno. Esta, por sua vez, pode ser encontrada em frutas cítricas, como a laranja e o limão.

Probióticos

Probióticos são alimentos que possuem micro-organismos vivos em sua composição. Tal característica faz com que ele ajude a repor as bactérias benéficas no corpo, o que indiretamente leva a uma melhora da pele como um todo. Pessoas com problemas gastrointestinais estão mais propensas a sofrer com acne e outros problemas de pele. Boas fontes de probióticos são iogurtes e leites fermentados.

Vitamina E

Você conhece os alimentos que evitam rugas e flacidez da pele?

A vitamina E é um antioxidante que está presente em vegetais de cor verde escuro, como o espinafre, a couve e o agrião. Ela protege as células da ação dos radicais livres, impedindo o envelhecimento precoce da pele. Além disso, o nutriente auxilia na ação da vitamina A, importante para a formação da camada de gordura natural da pele. Óleos vegetais também são boas fontes da vitamina, por exemplo óleos de soja, cártamo e girassol. Note entretanto que esses óleos não podem ser submetidos a altas temperaturas para não perder as vitaminas.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. wagnar disse:

    ótimas dicas.adirei.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.