Scroll Top

beleza

Dicas caseiras para acabar com as estrias

As estrias são um dos maiores incômodos estéticos para a mulher. Não são prejudiciais à saúde, no entanto, criam um pouco de desconforto na hora usar um traje de banho, por exemplo.

Você sabia que é possível melhorá-las preparando loções com ingredientes encontrados em sua própria cozinha? Continue lendo para receber algumas dicas para suavizá-las e melhorar a sua aparência.

estrias

O que são as estrias?

As estrias são fruto do constante estiramento das fibras elásticas da pele. Certa tensão brusca causa o rompimento das camadas internas da pele, resultando em cicatrizes.

Existem dois tipos de estrias. O primeiro ocorre pela tensão ou perda da elasticidade, decorrente de gestação, crescimento na adolescência e qualquer mudança de volume devido à alteração hormonal. O segundo tipo é causado pelo excesso de cortisol, devido à necessidade de tomar corticoides em doses elevadas por um longo período de tempo.

Onde as estrias aparecem?

As estrias são mais comuns em abdômen, seios, quadris e nádegas. São linhas avermelhadas ou arroxeadas que se tornam um pouco mais claras que a cor da pele.

Estrias

Que fazer para que não apareçam estrias?

É difícil eliminar estrias uma vez que estão presentes. Como bem diz o ditado: “é melhor prevenir do que remediar”. Que fazer?

É necessário manter uma boa circulação sanguínea, ingerindo frutas vermelhas, como morangos, mirtilos e cerejas, além de se submeter à drenagem linfática, uma técnica de massagem que ativa a eliminação do líquido acumulado nos tecidos do corpo.

Outra forma de preveni-las é aumentar o nível de colágeno na pele, uma proteína essencial para formação dos diferentes componentes do corpo. Seu nível pode ser aumentado através do consumo de alimentos que fornecem vitamina C (pimentões, kiwi, laranja, espinafre, tomate, goiaba, brócolis etc.).

Hidratar a pele é um bom método para preveni-las, utilizando cremes diariamente para manter a elasticidade da pele.

Finalmente, procure manter seu peso. As constantes mudanças podem levar a maior quantidade de estrias;

Se já estão, o que fazer?

Embora as estrias sejam difíceis de remover, mostraremos algumas dicas para melhorar a sua aparência.

É importante saber que os tônicos devem ser aplicados regularmente e de forma consistente para obter resultados. As estrias aparecem por rompimento da pele e precisam de tempo para se recuperar: não se desesperem! Os resultados não tardarão a aparecer.

estrias

Vitamina E

Esta vitamina é encontrada em duas formas. A primeira, em cápsulascompradas em farmácia, aplicando seu óleo nas áreas afetadas pelo menos uma vez ao dia após o banho. Remover com pano úmido após 15 minutos.

A segunda maneira é ingerir a vitamina E através dos alimentos que a contenham, como azeite de oliva, óleo de avelã ou de soja. É preciso também aplicá-lo uma vez por dia, após o banho, removendo com pano úmido após 15 minutos.

A vitamina E é eficaz para todo tipo de afecções dérmicas, já que fortalece e torna a pele mais saudável.

Beterraba

Beterraba para combater as estrias

Moer a casca de uma beterraba com a casca de pêssego. Se a pasta ficar grossa, acrescentar uma colher de sopa de óleo de amêndoa. Aplicar a pasta sobre as áreas afetadas por 15 minutos e, em seguida, retirar com água fria, já que a água quente faz com que a pele se torne sensível, piorando as estrias.

leia também : Água de Maçã e canela ajudam a reduzir peso e medidas na cintura

Cenoura

Outro legume de sua cozinha que pode ser muito útil é a cenoura. Cozinhar algumas cenouras no vapor, fazer um purê destas e aplicá-lo diretamente na área afetada. Ter cuidado com a temperatura para não queimar a pele. Os efeitos desta pasta são um pouco demorados e, portanto, é necessário deixá-la pelo menos meia hora para ter algum resultado. Em seguida, remover com pano umedecido em água fria.

Abacate

Pasta de abacate para combater as estrias

O abacate tem muitas propriedades e é usado no preparo de vários remédios caseiros com diferentes utilidades. Esta pasta é feita moendo a metade de um abacate misturada com uma colher de sopa de mel e uma de limão. Aplicar com massagem circular por 15 minutos diários. Outra maneira é acrescentar uma colher de sopa de azeite de oliva para tornar a pasta um pouco mais líquida e mais fácil de aplicar.

Cavalinha

A cavalinha é uma planta silvestre amplamente utilizada para fins medicinais. É comprada em lojas de alimentos à base de plantas. Possui um elevado teor de silício, um regenerador natural de células. A loção é preparada por maceração, durante um mês, de 100 gramas destas folhas com oito gotas de suco de limão e um litro de álcool a 40°. Uma vez passado o mês, diluir a quantidade da preparação que será usada com 50% de água e aplicá-la nas áreas afetadas duas vezes ao dia.

Açúcar e café

Esfoliação da pele para combater as estrias

Uma das bases de todos os cuidados da pele é a esfoliação. É necessário remover as células mortas, de modo que novas células possam surgir. Dois esfoliantes naturais ao nosso alcance são café e açúcar. Esses podem ser combinados com qualquer um dos óleos acima mencionados, por exemplo, o de oliva.

leia mais 

Creme caseiro de aloe vera

Ingredientes

  • 1/2 xícara de azeite de oliva virgem
  • ¼ xícara de gel de aloe vera
  • 6 cápsulas de vitamina E
  • 4 cápsulas de vitamina A

Modo de preparo

Misturar todos os ingredientes numa batedeira. Aplicar sobre as áreas afetadas com uma massagem suave até a completa absorção. Guardar o creme em recipiente limpo e vedado na geladeira.

Exercício

O exercício em espaços abertos e ao ar livre desenvolve os músculos e oxigena as células. As atividades ao ar livre facilitam a elevada absorção de vitamina D, o que é muito importante para a melhoria da pele.

Elimine as estrias com estes tratamentos

Peeling, dermoabrasão e luz pulsada são recomendações de especialistas

Não importa se é na barriga, nas costas, mamas ou coxas – as estrias incomodam em qualquer parte do corpo. Comuns tanto em homens quanto mulheres, essas marcas surgem por um rompimento das fibras elásticas que sustentam a camada intermediária da pele. “As fibras são formadas por colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade e tonicidade da pele e podem ser recuperadas com tratamentos simples”, explica o dermatologista Mario Chaves, da clínica Derma Gávea, no Rio de Janeiro. Confira os procedimentos estéticos capazes de acabar com as estrias e aproveite:

Ácidos

As estrias podem ser combatidas com ácido retinoico, ácido glicólico e ácido l-ascórbico. “Dentre estes, o ácido retinoico é a melhor opção, pois melhora a produção de colágeno, reorganizando as fibras elásticas e diminuindo o comprimento e a largura das estrias”, afirma o dermatologista Mario. O tratamento é realizado pela própria pessoa em casa, com aplicação local do medicamento sobre as estrias no período da noite, antes de dormir.

Para evitar que a pele fique irritada por conta da ação do ácido, a recomendação é usar diariamente após o banho um creme hidratante específico para cada estágio e tipo de pele, normalmente indicados pelo dermatologista. “Se a pessoa for se expor ao sol, é importante não usar o ácido na véspera e dois dias após, além de aplicar bloqueador solar de FPS maior ou igual a 30 de hora em hora”, alerta Mario Chaves. “Além disso, é importante frisar que o uso do ácido retinoico não é recomendado para gestantes, pois pode causar má formação fetal.”

Este tipo de tratamento é mais efetivo em estrias novas (mais avermelhadas), mas também pode ser usado em estágios mais avançados (estrias brancas), obtendo resultados lentos e discretos. “Para resultados mais rápidos e satisfatórios, o ideal é associar outros métodos e procedimentos ao tratamento com ácidos”, recomenda o dermatologista.

Subcisão

Subcisão
Recomendada também para a retirada de celulites, a subcisão é uma técnica simples: são inseridas agulhas nas estrias que promovem o rompimento interno da fibrose no interior das células. “São realizados movimentos circulares suaves com as agulhas para causar um hematoma local”, explica a esteticista Érika. O estímulo mecânico do movimento da agulha e o hematoma promoverão uma nova organização do tecido. Segundo os especialistas, essa técnica é útil para estrias largas e profundas.

Mario Chaves explica que o tratamento funciona de forma a potencializar os outros tratamentos que devem ser realizados em conjunto. Após a subcisão, serão notados equimoses e hematomas que permanecem na pele por um período de 20 a 40 dias. “Além disso, a pessoa precisará ficar afastada das atividades físicas por pelo menos uma semana e não se expor ao sol enquanto estiver com hematomas e equimoses”, diz.

Luz pulsada

O tratamento com luz pulsada é indicado para estrias mais recentes e usa uma tecnologia que emite luz, mas não é um laser. “Assim como nos aparelhos de laser, essa luz gera calor na pele, estimulando o colágeno”, esclarece a esteticista Érika.

Os mais lidos da semana,, confira :

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.