Scroll Top

pintando o 7 receitas

como fazer arroz integral

Você sabe como fazer arroz integral corretamente? Muita gente diz não gostar de arroz integral, que é duro, etc., mas muitas vezes o problema está no modo de fazer. Tão bom para saúde, mas por causa do hábito de consumirmos o arroz branco e, principalmente (acredito eu), pela forma um pouco diferenciada de ser preparado, acabou levando a fama que não lhe cabe de não ser gostoso e de ser difícil e demorado de fazer.

arroz-integral-2

Em primeiro lugar porque criou-se o mito de que é difícil de fazer e que demora muito, e depois porque as pessoas estranham o sabor do arroz integral. Isto porque o arroz branco passa por um processo de polimento, que faz com que perca cerca de 70% dos nutrientes e do seu sabor de verdade, e deixa a textura mais macia.

arroz-integral

Para que finalmente o arroz integral conquiste o espaço que merece na sua cozinha e na sua vida, resolvemos insistir no assunto e ensinar uma receita de arroz integral básica, que serve para acompanhar vários pratos no dia a dia.

Esta receita de arroz integral é tão simples, que em quatro passos você chega a um resultado saboroso e nutritivo:

Não quero lhe convencer a não comer arroz branco! Cada um tem suas vantagens de sabor e utilização na culinária. Mas é bom saber que o arroz integral traz muito mais benefícios para a saúde do que o arroz branco e é uma alternativa a mais para o dia a dia de quem busca uma alimentação mais nutritiva. Só para que conste: estima-se que no processo de polimento do arroz para que ele fique branquinho há uma perda de 75% em nutrientes. Triste, né? A sugestão, é variar. Não precisa abolir o arroz branco, mas alguns dias da semana, escolha o arroz integral.

Então, para quem não sabe como fazer arroz integral e acha que é difícil e demorado, prepare-se para se surpreender. Tenho três dicas infalíveis que vão mudar a sua relação com o arroz integral.

Como fazer arroz integral: 3 dicas essenciais

Ao contrário do arroz branco, o arroz integral não deve ser refogado. Esse procedimento serve para selar os grãos. Ou seja, evitar que o amido saia e o arroz vire papa. Mas como o integral ainda possui a película protetora, isso não se faz necessário, ao contrário, faz com que ele não cozinhe nunca.

Agora você pensou: “Ah, então é por isso?”  Eu sei, pois também pensei quando descobri.

Dica 2: O arroz por último

Fazer arroz integral, é muito simples: refoga a cebola e o alho normalmente e acrescenta a água com temperos (ervas e sal) e o o arroz só entra depois.

leia mais:

Receita de Mini churros sucesso nas festas

Hambúrguer de berinjela, gengibre e cominho: o hambúrguer que turbina o metabolismo e queima gordura

Bolo Nega Maluca Recheado

Receita de pamonha de liquidificador feita no forno

Dica 3: Deixar o arroz de molho

E por último e não menos importante, deixar o arroz integral de molho. Essa deveria ser a primeira dica, mas como exigia uma explicação maior, deixei por último. Deixar o arroz integral de molho é muito importante. Deixe de molho entre 6 a 8 horas antes de preparar. Mas, se se esquecer, qualquer horinha é melhor do que nada valendo.

Como assim deixar o arroz integral de molho? Por quê? No blog da querida Pat Feldman, ela explica detalhadamente porque deixar grãos e sementes de molho antes de consumi-los. Mas, resumidamente, nas palavras de Pat, claro seria pelos motivos abaixo:

“Deixar de molho permite que enzimas, lactobacilos e outras substâncias quebrem e neutralizem o ácido fítico. Um mínimo de 7 horas de molho em água morna e meio ácido (conseguido com soro de iogurte ou gotinhas de limão) é capaz de neutralizar uma grande parcela do ácido fítico contido nos grãos. A simples prática de deixar grãos de molho por um período antes de consumi-los irá aumentar enormemente seus benefícios nutricionais.

Deixar de olho em água morna também irá neutralizar inibidores enzimáticos, presentes em todas as sementes, e predispões a produção de numerosas enzimas benéficas. A ação dessas enzimas também aumenta as quantidades de vitaminas disponíveis, especialmente as vitaminas do complexo B”.

Receita de arroz integral passo a passo

Passo 1:
Coloque o arroz integral de molho na água de um dia para o outro ou três horas antes de cozinhar (mas se não  conseguir deixar de molho por este tempo, qualquer meia horinha já ajuda. Entenda porque colocar o arroz integral de molho e como colocar.

Passo 2:
Refogue os temperos, cebola, alho e vegetais que quiser. Não refogue o arroz integral em hipótese alguma! Ao refogar, você está selando os grãos do arroz, que ainda tem casquinha porque é integral. Isso vai fazer com que ele demoro muito para cozinhar.

Passo 3:
Acrescente a água ao refogado e por último o seguida o arroz. A quantidade de água deve ser o dobro da quantidade de arroz (se for fazer 1 xícara de arroz, coloque 2 xícaras de água, por exemplo);

Passo 4:
Deixe cozinhar por aproximadamente 20 minutos em fogo médio, ou até amolecer ao ponto que você gostar. Se necessário adicione mais água.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.