Scroll Top

saude

7 dicas para ter um coração saudável

Trata-se do músculo mais importante do corpo e não precisamos cuidar dele somente quando algo não funciona como deveria.

As doenças cardíacas são uma das causas principais de morte em todo o mundo. Para evitá-las, é preciso manter um coração saudável. 

como-cuidar-do-seu-coracao

Dicas para conseguir um coração saudável

Os hábitos saudáveis são essenciais para viver mais e melhor. Reduzir os riscos de sofrer alguma cardiopatia é simples, mas depende de nosso compromisso e do quanto queremos mudar no dia a dia.

As pequenas coisas de todos os dias podem fazer a diferença entre ter um coração saudável ou sofrer uma doença cardíaca.

Muito além dos aspectos que não podemos modificar (gênero, idade, genética, etc.), vale a pena fazer o esforço e levar uma vida mais saudável para cuidar deste músculo tão importante.

Preste atenção aos seguintes conselhos:

1. Siga uma dieta equilibrada

Aqui não se trata de deixar para sempre as farinhas, as frituras ou os açúcares, ou começar uma dieta vegetariana, mas sim de combinar bem os alimentos ingeridos.

Devemos evitar o abuso das gorduras saturadas e comidas industrializadas, pois ele é diretamente proporcional aos riscos de sofrer problemas cardíacos.

Ter cuidado com o consumo de sal, carne vermelha e doces é fundamental.

Por outro lado, adicionar mais frutas e verduras a nossa dieta nos permitirá desfrutar não só de um coração saudável, como também dos demais órgãos em perfeito funcionamento.

As leguminosas, as oleaginosas e a farinha integral também devem estar presentes em nossos pratos.

2. Fazer exercícios

alongamento-no-parque

O sedentarismo é um dos principais fatores de risco de doenças cardíacas.

O esporte, por outro lado, traz muitos benefícios (entre eles perder peso, prevenir a arteriosclerose e reduzir o colesterol ou o açúcar no sangue).

Nos adultos se recomenda, pelo menos, 150 minutos de atividade física moderada por semana (ou 75 minutos se o exercício é intenso).

As disciplinas ideais são as aeróbicas: caminhar energicamente, andar de bicicleta, nadar ou correr.

3. Consuma lanches saudáveis

Seja em casa ou no escritório, tente mudar esse hábito que te faz escolher alimentos pouco saudáveis entre as refeições.

No meio da manhã não opte por um café com leite e bolo, e sim um iogurte com cereais ou uma fruta.

Quando voltar do trabalho, em vez de sentar no sofá com um pacote de batatas chips, escolha sementes de girassol ou amêndoas.

Os lanches saudáveis não precisam ser chatos ou sem sabor.

Que tal pedaços de cenoura com um patê de grão-de-bico ou de berinjela? Ou um sanduíche de pão integral com abacate e peite de peru?

Existem milhares de opções disponíveis!

4. Reduza o estresse

homem-meditando

É claro que existe uma relação muito estreita entre o nervosismo e a ansiedade e os problemas cardíacos.

Algumas pessoas são mais propícias a sofrer estresse ou mesmo deixar-se levar pelos sentimentos negativos. Se você se encontra neste grupo, precisará de alguma técnica de relaxamento urgente.

Você pode tentar ioga, meditação, ou mesmo terapia.

Outras ideias são:

  • Viajar mais para o interior.
  • Desfrutar de um banho de imersão em casa.
  • Ler deitado no sofá.
  • Escutar música relaxante antes de dormir.

5. Não fume nem beba álcool

O tabaco tem muitos agentes perigosos que, além de provocar câncer de pulmão ou esôfago, exercem um efeito nocivo no coração, nas veias e nas artérias.

 leia também:

A fumaça do cigarro aumenta as chances de sofrer trombose e reduz a irrigação sanguínea. Atenção se você não fuma, porque pode sofrer os mesmos efeitos quando alguém muito próximo tem este hábito.

Com relação ao consumo de álcool, é preciso fazer um comentário: uma taça de vinho de tinto por dia não é ruim, pelo contrário.

As demais bebidas, principalmente se ingeridas em excesso, ocasionam graves problemas ao coração.

A aparição de doenças cardiovasculares está muito relacionada com o consumo excessivo de álcool.

6. Mantenha seu peso ideal

peso-saudavel

A obesidade e o sobrepeso estão vinculados com vários problemas cardíacos.

O índice de massa corporal é um teste que pode lhe ajudar a saber exatamente quantos quilos ou centímetros você tem que reduzir (mesmo que não seja o único método disponível).

Com o simples fato de baixar 10% de nosso peso corporal, a pressão sanguínea se regula e as artérias se mantêm mais saudáveis. 

Saber qual é o tamanho ou peso ideal não é para ficar obcecado e tentar perder peso de todas as maneiras.

Ir reduzindo pouco a pouco é ainda mais saudável do que fazer uma dieta “milagrosa” que promete perder 10 quilos em menos de uma semana.

tampouco deixe de comer para conseguir seu objetivo: você só conseguirá ficar doente.

7. Durma o suficiente

dormir-bem

Quanto seria o suficiente? Tudo depende de cada pessoa, mas estima-se que entre 6 e 8 horas é o melhor para um adulto jovem.

Ter hábitos de sono corretos é benéfico para o nosso coração, já que reduz o risco de sofrer taquicardia ou ataques cardíacos.

Se você dorme poucas horas, seu corpo não produz a quantidade necessária de serotonina, que se encarrega de lhe fazer bem.

Se este hormônio não se encontra em doses normais, pode provocar mais vontade de comer e beber

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.